Compartilhar share

Amosc quer receber dinheiro de convênios sociais de 2003 e 2004

Publicado em 29/08/2005 às 00:00 - Atualizado em 03/11/2014 às 15:01

   

         Uma ampla ação político-administrativa será desenvolvida pela Associação dos Municípios do Oeste de Santa Catarina (Amosc) junto ao governo do Estado para viabilizar a transferência de R$ 206 mil reais aos municípios consorciados por conta de convênios firmados em 2003 e 2004 e ainda não quitados.

         O presidente da Amosc e prefeito de Caxambu do Sul, Gilberto Ari Tomasi, explica que os convênios foram firmados com a Secretaria de Desenvolvimento Social, Trabalho e Renda e as atividades previstas foram totalmente cumpridas, mas os recursos do Estado ainda não foram pagos.

         Tomasi discutirá o assunto com o Secretario de Desenvolvimento Regional, Hélio Dal Piva e agendará audiência com o governador Luiz Henrique da Silveira para a próxima semana, em Florianópolis, para reivindicar a liquidação dos valores pendentes.

         Os municípios esperam receber R$ 75,5 mil reais de 20 convênios do programa de apoio à pessoa idosa (API), R$ 2,2 mil reais de cinco convênios do programa de apoio  à pessoa portadora de deficiência (PPD) e mais R$ 41,2 mil reais de 16 convênios de benefícios eventuais, todos de 2004.

         Relativamente ao ano de 2003, faltam pagamentos para 11 convênios de API no valor de R$ 74 mil reais e cinco convênios da PPD no valor de R$ 8,2 mil reais, além de um convênio do programa de apoio sócio-educativo em meio aberto (Asema) no valor de R$ 4,9 mil reais.

Fonte: MB Comunicação


Galeria de Arquivos