Compartilhar share

Etapa regional AMOSC da IV Conae ocorreu nesta sexta em Chapecó

Publicado em 22/11/2021 às 16:46 - Atualizado em 22/11/2021 às 16:48

Durante a manhã desta sexta-feira (19) foi realizada a etapa regional da IV CONAE – Conferência Nacional de Educação, da região da AMOSC, no Salão Nobre da Unochapecó. Esta etapa foi precedida de etapas intermunicipais e municipal, preparatórias, a qual envolveu participantes de todos os municípios da região da associação. Participaram da etapa regional da Conae, os delegados eleitos nas etapas intermunicipais e municipal, representando a Educação Básica, Ensino Superior, Educação Profissional e Tecnológica e representantes da diversidade, totalizando 110 pessoas.

O objetivo foi sistematizar o conjunto de propostas debatidas na etapa municipal e intermunicipais, a partir dos três eixos temáticos da conferência Eixo 1: O Plano Nacional de Educação : diretrizes e metas (PNE 2024 – 2034), avaliação das diretrizes e metas, tendo nove sub-eixos; Eixo 2: Uma Escola para o Futuro: tecnologia e conectividade a serviço da educação, integrando também dois sub-eixos; e Eixo 3: Criação do Sistema Nacional de Educação (SNE): avaliação da legislação inerente e do modelo em construção. A conferência teve como tema central “Inclusão, Equidade e Qualidade: compromisso com o futuro da educação brasileira”.

Após a plenária final, foram eleitos 19 delegados dos quatro segmentos da educação para representar a região da AMOSC na Etapa Estadual que ocorre em abril do próximo ano.

O coral do município de Pinhalzinho, composto por estudantes da rede pública de ensino e participantes do Serviço de Convivência e Fortalecimentos de Vínculos, realizou apresentação cultural com alguns instrumentos municipais. O coral é regido pelo maestro Marcos Medeiros, que também abrilhantou a abertura da conferência cantando o Hino Nacional Brasileiro.

O coordenador do Colegiado de Educação da AMOSC, Fabricio Fontana, secretário de Educação de Pinhalzinho, abordou que o momento da Conae é um espaço democrático de discussão e deliberação de propostas que fundamente ações para melhoria da educação municipal, regional e estadual. “Foi um momento para avaliação e monitoramento dos Planos Municipais de Educação, visando verificar aquilo que já foi feito enquanto política pública educacional e revisar aquilo que será necessário fazer alterações e apontar ações práticas”, enfatizou Fontana.

 

 

 


Galeria Multimídia

{{grupo.nome}}
  • {{grupo.items.length - 12}}
    {{item.codGaleriaMultimidiaItem}}
Fechar